Segurança do trabalho – Sistemas Elétricos

A Norma Regulamentadora NR 10, do Ministério do Trabalho, descreve as relações implícitas na interação de profissionais com o sistema elétrico, bem como as normas previstas para procedimento de ensaio de equipamentos isolantes de EPI, EPC e ferramentas.

A segurança dos trabalhadores que interagem com circuitos elétricos energizados deve ser garantida com o uso de equipamentos de proteção coletiva e individual e ferramentas com isolação adequada a classe de tensão de trabalho.

Especificamente em ambientes de interações com o Sistema Elétrico de Potência – SEP, o controle das condições operacionais dos Equipamentos de Proteção Individual e Coletivo – EPI e EPC, devem ser rigorosamente monitorados através de ensaios elétricos sob os mesmos, conforme previstos pela ABNT – NBRs aplicáveis a cada equipamento com suas especificidades.

Cada equipamento aprovado nos testes recebe uma etiqueta de rastreamento com número exclusivo para identificação dos ensaios realizado, bem como para controles futuros.

 

Requisitos Legais previstos na NR 10

A obrigação e a responsabilidade das empresas na elaboração destes documentos estão previstas na Norma Regulamentadora n°. 10 (NR 10), que está em vigor desde o oitavo dia do mês de junho do ano de 1978, sendo esta atualizada no dia sete do mês de dezembro do ano de 2004.

 
Conforme o item 10.4.3.1 da NR 10 fica definido que: Os equipamentos, dispositivos e ferramentas que possuam isolamento elétrico devem estar adequados às tensões envolvidas, e serem inspecionados e testados de acordo com as regulamentações existentes ou recomendações dos fabricantes.

 
No item 10.7.8 diz: Os equipamentos, ferramentas e dispositivos isolantes ou equipados com materiais isolantes, destinados ao trabalho em alta tensão, devem ser submetidos a testes elétricos ou ensaios de laboratório periódicos, obedecendo-se as especificações do fabricante, os procedimentos da empresa e na ausência desses, anualmente.

 

Elaboração de Laudo Técnico

Para cada equipamento ensaiado deve ser elaborado laudo técnico de acordo com a Norma Técnica vigente e com respectivo código de rastreamento. A emissão deste documento contempla o Laudo de calibração do Equipamento e a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do profissional Habilitado.

 

Modelo de laudo

Calçado isolante

 

Temp. Média26,3°EquipamentoCalçado Isolante
Norma Aplic.NBR 12576 e ASTM F 1117
Umid. Rel. Ar61%Validade do ensaio6 meses

 

Ensaios Realizados:

Visual: Os equipamentos abaixo especificados apresentam aspectos satisfatórios para a realização dos ensaios de tensão aplicada.

03.1 – Equipamento Utilizados: Testador de Alta tensão alternada, 0 a 120 kVca @ 50mAca, 0 a 60 kVca @ 100 mAca, 60 Hz, marca E.E.A.T, modelo AT120050CADMT2SAU, série 111 AB, Calibrado em 23/10/2016, Certificado de Calibração nº 294, emitido pela E.E.A.T. Industria e Comércio LTDA;

03.2 – Ensaio Realizado: Aplica-se uma tensão AC de 1 kV/s sobre o calçado até atingir 14 kV (NBR) ou 15 kV (ASTM), durante o tempo mínimo de 1 minuto e no máximo 3 minutos. Será considerado aprovado o calçado que suportar a tensão aplicada e tiver uma corrente de fuga que não ultrapassar 18 mA. O ensaios é realizado em cada par de calçado. Caso haja fuga em apenas um dos pares, todo o conjunto será descartado.

Esquema exemplificando a montagem para ensaio do equipamento.

 

 

RastreamentoMarcaCorrente de fuga (mA)Tensão Aplicada (kV)Resultado
1Confort0,415Aprovado

 

Resultado: O equipamento submetido ao ensaio elétrico de tensão aplicada apresentou desempenho satisfatório.

 

Observações: O equipamento considerado satisfatório foi identificado com etiqueta deste laboratório no calçado do lado direito. Não nos responsabilizamos por quaisquer danos causados por má conservação após o ensaio elétrico.

 

Equipamentos Isolantes

Os equipamentos Isolantes que normalmente recebem este tipo de ensaio de isolação elétrica são: